Lucas 17

1 Certo [dia Jesus ]disse aos seus discípulos, “Coisas que tentam [as pessoas ]a pecarem certamente vão acontecer, mas ai de/será terrível para qualquer um que faça essas coisas acontecerem! 2 Vamos imaginar que alguém faz pecar um desses que [não crê em mim com muita firmeza]. Se prendessem uma pedra enorme no pescoço de tal pessoa e a jogasse no mar, [esse seria um castigo severo, mas Deus vai castigar essa pessoa ]ainda mais severamente. 3 Tenham cuidado [de como agem]. Se um de vocês tiver um irmão crente que pecar, você deve repreendê-lo. Se ele [disser que ]se arrepende de ter pecado [e se pedir para você perdoá-lo], perdoe-o. 4 Mesmo que ele peque contra você sete vezes em um dia, se ele for a você cada vez e disser, Arrependo-me do que fiz, você precisa continuar a perdoá-lo. 5 [Um dia ]os apóstolos disseram ao Senhor, “Ajude-nos a confiar no senhor/em Deus com mais firmeza! 6 O Senhor respondeu, “Uma [semente ]de mostarda [é pequena, mas é capaz de produzir uma planta bem grande. De modo semelhante, ]se vocês realmente crerem que Deus [vai fazer o que pedirem, vocês podem realizar grandes coisas. Por exemplo, ]vocês poderiam dizer a esta figueira brava, Arranque-se [pelas raízes ]e plante-se no mar!, e ela os obedeceria. 7 [Jesus também disse], “Vamos imaginar que um de vocês tem um servo que trabalha [na sua lavoura ]ou que cuida de suas ovelhas. Quando ele entra na casa depois de estar na roça, você não vai dizer/será que você diria, Sente-se logo e coma! 8 Em vez disso, você diria a ele, Ponha seu avental e prepare uma refeição para mim! Então sirva para mim para que eu possa comer e beber. Depois, você pode comer e beber. 9 Você não vai agradecer/será que você vai agradecer o seu servo/empregado por ter feito o trabalho que você lhe pediu para fazer! 10 De modo semelhante, quando vocês tiverem feito tudo que [Deus ]pede a vocês que façam, vocês devem dizer, nós (inc) Não somos dignos [de Deus nos agradecer]. Somos apenas os servos/empregados dele. Temos feito somente as coisas que ele nos disse para fazermos. 11 Enquanto [Jesus e seus discípulos ]estavam andando pelo caminho para Jerusalém, passavam pela [região ]entre [os distritos de ]Samaria e Galileia. 12 Quando entravam em uma aldeia/um povoado, dez leprosos chegaram perto da estrada. [Porque os leprosos não podiam aproximar-se das pessoas], ficaram a uma distância 13 e disseram, “Jesus, mestre, tenha pena de nós [e nos cure]!” 14 Quando ele os viu, disse [a eles], “Vão mostrar-se aos sacerdotes [para que eles possam ver se estão curados].” Enquanto iam [para os sacerdotes], foram curados. 15 Aí um deles, quando viu que estava curado, voltou-se para trás, louvando a Deus em voz bem alta. 16 Ele [foi a Jesus], prostrou-se/ajoelhou-se aos pés de Jesus, e o agradeceu. Este homem era samaritano, [não judeu]. 17 Então Jesus disse, “Eu curei dez [leprosos]! Estou triste/desapontado que os outros nove não tenham voltado/onde estão os outros nove? 18 Estou triste/por que será que este homem não judaico é o único que voltou para agradecer a Deus; nenhum dos outros voltou para mim!” 19 Então ele disse ao homem, “Levante-se e continue na sua viagem. [Deus salvou e ]curou [você ]porque você confiou [em mim]. 20 [Certo dia ]alguns fariseus perguntaram [a Jesus], “Quando é que Deus [vai ]governar como Rei?” Ele respondeu, “A maneira de Deus governar não é algo que as pessoas vão poder ver com seus olhos. 21 E as pessoas não vão poder dizer, Olhem! Ele está [governando ]aqui! Ou, Ele está [governando ]ali! Porque, [em vez de ser como vocês pensam], o governo/domínio de Deus está nos seres interiores das pessoas (OU, já está acontecendo entre vocês).” 22 [Jesus ]disse aos seus discípulos, Vai chegar o tempo quando vocês vão querer ver a mim, que cheguei do céu, [governando poderosamente]. Mas não vão ver isso. 23 [Algumas ]pessoas vão dizer a vocês, Olhem, [o Messias ]está ali! Ou [vão dizer], Olhem, está aqui! Quando disserem isso, não creiam nelas! Não as sigam [para irem ver o Messias]. 24 Porque quando brilha um relâmpago e ilumina o céu de uma ponta para a outra, [todos podem ver. Da mesma forma], quando [eu], que vim do céu, voltar de novo, [todos vão poder me ver]. 25 Mas antes disso acontecer, preciso sofrer de muitas maneiras (OU, muito). E as pessoas vão me rejeitar, [mesmo que tenham ]observado meu ministério. 26 Mas quando eu, que vim do céu, [vier de novo, a vida ]vai ser conforme era quando [vivia ]Noé. 27 [Naquela época ]as pessoas comiam e bebiam [como sempre], casavam-se [como sempre], até o dia quando Noé [e sua família ]entraram no barco grande. Então chegou o dilúvio e destruiu todos aqueles [que não entraram no barco]. 28 Da mesma forma, quando Ló [vivia em Sodoma, as pessoas ali ]comiam e bebiam [como de costume]. Compravam coisas e vendiam coisas. Plantavam [roças ]e construíam [casas como sempre]. 29 Mas no dia quando Ló [e sua família ]saíram de Sodoma, fogo e enxofre [ardente ]desceu do céu e destruiu todos [que ficaram na cidade]. 30 Vai ser igual quando eu, que vim do céu, voltar. 31 Naquele dia, se alguém estiver fora da sua casa e todas as coisas que pertencerem a ele estiverem dentro [da casa], não deve entrar [na casa ]para tirá-las [porque não haverá tempo suficiente para fazer isso]. De modo semelhante, quem estiver trabalhando na roça não deve voltar [para sua casa ]para buscar nada; [ele precisa fugir rápido]. 32 Lembrem-se da mulher de Ló! [Ela voltou para trás querendo tirar algumas das suas coisas de Sodoma, e morreu logo virou um pilar de sal]. 33 Aquele que deseja segurar sua vida [e seus bens ]não vai viver [eternamente]. Mas aquele que está [disposto a ]morrer [por minha causa ]vai viver [eternamente]. 34 Digo isto a vocês: naquela noite [em que eu voltar], vai haver duas pessoas [dormindo ]em uma cama. [Deus ]vai levar aquele [que crê em mim para o céu ]e vai deixar o outro [para trás para castigá-lo]. 35 Duas mulheres estarão moendo trigo juntas; [Deus ]vai levar uma delas e deixar a outra [para trás]. 36 37 [Seus discípulos ]disseram a ele, “Senhor, onde [isso vai acontecer]? Ele respondeu a eles, “Onde tiver um corpo morto, os urubus se juntarão [para comê- lo]. [De modo semelhante, onde houver pessoas que estão mortas espiritualmente/que não creem em mim, Deus logo vai castigá-las].”